JORNALISMO NEWS  Publicidade 1200x90
07/02/2024 às 20h26min - Atualizada em 07/02/2024 às 20h26min

Braskem e Beija-Flor juntos no BBB; prefeitura de Maceió comemora, a população protesta

Vergonha Nacional acordo da Prefeitura de Maceió com a BRASKEM

A redação
Jornal O Fato
Uol
Pode ter sido coincidência ou não. A Braskem e a escola de samba Beija-Flor apareceram juntas no BBB da TV Globo, nessa terça-feira (6). O patrocínio da petroquímica, que provocou o afundamento de cinco bairros de Maceió com a mineração de sal-gema, no programa gera, segundo reportagem do UOL, assinada pelo jornalista Carlos Madeiro, revolta na cidade. 
“Braskem no BBB gera revolta em Maceió: 'Destruiu casas de 60 mil, escárnio'”. Por coincidência, a escola de samba escolhida para visitar a casa mais vigiada do Brasil foi a Beija-Flor, que tem também uma ligação com Maceió. A agremiação recebeu patrocínio de R$ 8 milhões da prefeitura do município, para colocar a cidade como tema do seu samba-enredo no carnaval deste ano.
Na sua página, a prefeitura de Maceió comemorou a aparição da Beija-Flor no BBB, que é patrocinado pela Braskem. A mesma Braskem que fez acordo de R$ 1,7 bilhão com o prefeito João Henrique Caldas, o JHC , a título de indenização por crimes ambientais.
“A bateria da @beijafloroficial já foi aquecer os tamborins na casa mais vigiada do Brasil com um samba sobre nossa capital e homenageando Rás Gonguila. Já estamos ansiosos para mostrar pro mundo o potencial da nossa cidade brilhando na avenida. O desfile acontece domingo! Traremos mais detalhes até lá”, registra o perfil da prefeitura de Maceió no Instagram. 
Nos comentários, muitas reações de revolta: “Enquanto isso… cultura alagoana morre… são milhões tirados da cultura e as pessoas nem percebem. Nunca mais vamos ser os folguedos, guerreiros, quadrilhas de São João, coco de roda, bumba meu boi… mas festas milionárias têm. A cultura indo pelo ralo. Já já as crianças vão nascer e crescer e nem ouvem mais o que tem de cultura em Alagoas. Diferente de Recife com a cultura fortalecida”, disse a Amandha.
“Concordo demais com você, Amandha! A cultura daqui está cada vez mais esquecida e rasa. As pessoas estão perdendo a vontade até de ver nossa cultura por falta de investimento. Milhões pra uns, e mixaria para os nossos.”, disse Lucas
Já Luiz Figueiro, preferiu ser um pouco mais sarcástico: “Parabéns JHC, novo prefeito do Rio de Janeiro”. Já Waguinho Rocha reclamou da falta de opção no carnaval de Maceió: ‘Rapaz eu não acredito que o prefeito investiu aew num sei quantos milhões na escola de samba, é no Carnaval não terá nada, nenhum trio elétrico, palco, bandas para a galera Maceióense! 3 dias para o Carnaval e nada da programação, triste fim. “
 
UOL relata revolta 

Em reportagem assinada pelo jornalista Carlos Madeiro, o UOL relata a revolta provocada em Maceió com o patrocínio da Braskem ao BBB.
Leia um trecho:
“Braskem no BBB gera revolta em Maceió: 'Destruiu casas de 60 mil, escárnio'
A aparição da petroquímica e mineradora Braskem como patrocinadora do BBB 2023 causou revolta em Maceió, onde a empresa foi responsável pelo afundamento do solo em cinco bairros e inutilizou 14 mil imóveis.
São 60 mil famílias expulsas das suas casas, obrigadas a fazer acordo da maneira que a Braskem quis. Ela sempre falou de limite para nos pagar, mas não teve limite para patrocinar um reality show."
Este ano, o reality da TV Globo tem como um dos focos a sustentabilidade. Para isso, adotou coleta seletiva e compostagem de resíduos e anunciou o "Cota Reciclagem" no projeto comercial do BBB.
A mensagem de que a Braskem patrocina essa ideia revoltou os moradores afetados pela atividade da mineradora no subsolo da região.
Leia aqui na íntegra 

https://noticias.uol.com.br/colunas/carlos-madeiro/2023/01/20/braskem-vira-alvo-por-patrocinar-bbb-em-maceio-destruiu-a-casa-de-60-mil.htm

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »