10/05/2022 às 20h11min - Atualizada em 10/05/2022 às 20h11min

'Não adianta desconfiar de urna': Lula diz que dias de Bolsonaro 'estão contados'

Durante evento na capital mineira, Belo Horizonte, nessa segunda-feira (9), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), criticou a abordagem do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (PL), sobre as urnas eletrônicas e acusou o mandatário de temer a prisão

JB

O pré-candidato à Presidência da República pelo PT participou de evento no Expominas ao lado de líderes de partidos, músicos e artistas. Lula está em visita a cidades mineiras em busca de articulações políticas.
Além das críticas ao Palácio do Planalto, Lula discursou sobre temas como geração de emprego, comida, aumento do salário mínimo e do poder de compra do brasileiro.

"A gente tem que olhar e falar: Bolsonaro, seus dias estão contados. Não adianta desconfiar de urna. O que você tem é medo de perder as eleições e ser preso", afirmou o ex-presidente, que lançou sua pré-candidatura ao lado do ex-governador paulista Geraldo Alckmin no sábado (7), em São Paulo. O petista também afirmou que Bolsonaro representa "ignorância", "violência" e "fascismo" no Brasil.

 

 

 

No ano passado, Bolsonaro protagonizou uma campanha pelo chamado "voto impresso", afirmando que as urnas eletrônicas são fraudulentas. O projeto não foi aprovado no Congresso Nacional.
Apesar da derrota, recentemente Bolsonaro voltou a lançar desconfiança sobre o processo eleitoral brasileiro. Em transmissão ao vivo em suas redes sociais, na quinta-feira (5), o presidente afirmou que pretende contratar uma empresa privada para auditar as eleições. Bolsonaro também defende que as Forças Armadas supervisionem o processo eleitoral.


Link
Notícias Relacionadas »