JORNALISMO NEWS  Publicidade 1200x90
26/12/2023 às 23h27min - Atualizada em 26/12/2023 às 23h27min

Em Maceió, 86% condenam acordo do prefeito com a Braskem; 92% apoiam CPI

O FATO
IBRAPE
A prefeitura de Maceió fechou um acordo extrajudicial de R$ 1,7 bilhão com a Braskem, concedendo à empresa quitação total por danos relacionados ao afundamento do solo em cinco bairros da cidade. O acordo também envolve a transferência de propriedades equivalentes a 20% da área urbana de Maceió para a Braskem. No entanto, nove em cada dez maceioenses que têm conhecimento do acordo o condenam, de acordo com um levantamento do Instituto Ibrape.

A pesquisa, realizada entre os dias 6 e 14 de dezembro, com 4.500 entrevistados, revela que 55% tinham conhecimento do acordo, mas apenas 39% sabiam que a prefeitura concedeu quitação total à Braskem pelos danos causados. Além disso, 46% acreditam que o prefeito JHC se beneficiou do acordo, enquanto 58% acham que o acordo não beneficiou as vítimas.

Os principais resultados do tracking mostram a insatisfação generalizada, com 86% discordando do acordo e da doação de terrenos públicos à Braskem. Além disso, 58% acreditam que as vítimas não foram beneficiadas, 46% acham que o prefeito se beneficiou e 81% não concordam com o uso do dinheiro para obras sem resolver os problemas das vítimas.

Quanto à abertura da CPI da Braskem, 92% são a favor. A pesquisa destaca a insatisfação da população maceioense em relação ao acordo e suas consequências, indicando uma falta de transparência e aprovação por parte da comunidade.


Veja os principais resultados do  Tracking Maceió Ibrape

1 -“Você tem conhecimento do acordo feito entre o prefeito JHC e a Braskem?  
- Sim 55%
- Não 45% 
- Ns/No 0%
2 - “A prefeitura de Maceió e a Braskem realizaram um acordo de R$ 1,7 Bilhões. Você sabia que neste acordo a prefeitura de Maceió deu total quitação a Braskem pelos danos causados e por qualquer problema futuro?”
- Sim 39%
- Não 60% 
- Ns/No 1%
3 - “Você concorda com o acordo firmado entre a prefeitura de Maceió e a Braskem?”
- Concordo 7%
- Não Concordo 86%
- Ns / No 7%

4 - “Você sabia que a prefeitura de Maceió doou todos os terrenos públicos, ruas, praças e escolas das áreas afetadas para a Braskem por conta do acordo de R$ 1,7 Bilhões?
- Sim 39%
- Não 60% 
- Ns/No 1%
5 - “Você concorda com essa doação da prefeitura de Maceió para a Braskem?” 
- Concordo 7%
- Não Concordo 86%
- Ns / No 7%
6 - “Você sabe dizer se as vítimas da Braskem foram beneficiadas no acordo feito entre a prefeitura de Maceió e a Braskem?”
- Foram Beneficiadas 19%
- Não Foram Beneficiadas 58%
- Ns / No 23%
7 - “Em sua opinião o acordo da prefeitura de Maceió com a Braskem beneficiou de alguma forma o prefeito JHC?”
- Beneficiou 46%
- Não Beneficiou 28%
- Ns / No 26%
8 - “Você concorda com o uso do dinheiro do acordo da prefeitura de Maceió com a Braskem para comprar hospital ou fazer obras, sem antes resolver o problema das vitimas do afundamento do solo?”
- Concordo 15%
- Não Concordo 81%
- Ns / No 4%

9 - “Você acha que a prefeitura de Maceió agiu corretamente na ameaça de colapso da mina 18? (local que pode acontecer a cratera)”
- Sim 49%
- Não 47% 
- Ns/No 4%
10 - “Você acha que a prefeitura de Maceió poderia ter se antecipado ao plano de realocação dos moradores no caso do colapso da mina 18? (local que pode acontecer a cratera)”
- Sim 90%
- Não 6% 
- Ns/No 4%

11 - “A prefeitura de Maceió retirou os moradores das áreas afetadas dos Bairros do Bom Parto e Flexal de suas residências, abrigando estes moradores em escolas. Você acha correta esta decisão?”
- Sim 31%
- Não 65% 
- Ns/No 4%
12 - “Você é a favor ou contra a abertura da CPI da Braskem?”
- A Favor 92%
- Contra 4%
- Ns / No 4%
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »