11/04/2022 às 22h28min - Atualizada em 11/04/2022 às 22h28min

Câmara de Maceió fica entre as dez melhores classificadas no ranking da transparência

Assessoria
A gestão da Câmara Municipal de Maceió que prioriza a divulgação de dados e informações relativas as atividades parlamentares repercutiu nacionalmente. Levantamento feito pela primeira turma do MBA em Jornalismo de Dados do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP) colocou a Casa de Mário Guimarães entre as dez melhores classificadas do Brasil no ranking da transparência. A divulgação do resultado ocorreu no site Esbrasil, de Vitória (ES), que destacou o legislativo municipal com nota 7.
 

Segundo o presidente Galba Netto (MDB), a soma do esforço diário com o apoio da Mesa Diretora e de todos os servidores contribuiu para o esse reconhecimento. Ele destaca que o compromisso desde que foi escolhido para comandar o poder é torná-lo cada vez mais instrumento de transformação da sociedade e torná-lo mais acessível.

 

"Todo o reconhecimento de algo positivo, que nos esforçamos para fazer é muito importante. Ainda mais quando falamos de poder público. Quando vem um reconhecimento desse de forma espontânea serve como motivador para que nós melhoremos cada vez mais. Esses números e índices resgatam a confiança da população e mostram zelo com a máquina pública. E é isso que temos feito que é resgatar esse sentimento de representatividade junto a população. E mais: que sirva como motivador para nossos funcionários e parlamentares para continuarmos a servir ao nosso povo com a qualidade que ele merece”, disse Galba.

 

A pesquisa observou a gestão das 26 câmaras do país. O levantamento considerou dez critérios de avaliação dos sistemas de transparências adotados pelos poderes. Cada item dos dez avaliados valeu um ponto para a composição da nota final.

 

Conforme o levantamento, a Câmara Municipal de Maceió, obteve nota 7, ao lado dos parlamentos de Recife, Curitiba e Campo Grande. O legislativo de Vitória obteve nota 10, Rio Branco 9 e Porto Alegre e São Paulo obtiveram nota 8. A disponibilização dos dados para a sociedade atende ao que determina a Lei de Acesso à Informação (LAI) que este ano completa uma década de existência.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »